PMDB-RS anuncia apoio a Serra mas libera partidários

Após uma assembleia tumultuada que tomou toda a tarde de hoje, em Porto Alegre, o PMDB gaúcho optou por indicar o apoio ao candidato a presidente José Serra (PSDB), mas sem restrições. Ou seja, o partido, que se manteve neutro em todo primeiro turno, liberou seus quadros a apoiarem o tucano ou a petista Dilma Rousseff no segundo turno.

LUCAS AZEVEDO, Agência Estado

14 de outubro de 2010 | 19h34

A reunião, que contou com cerca de 350 dirigentes, entre eles deputados federais, estaduais, prefeitos e vice-prefeitos do Rio Grande do Sul, durou quatro horas e foi permeada por muita discussão, vaias e aplausos. No final, os líderes da maioria pró-Serra nomearam o resultado como uma "moção de recomendação sem restrições".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.