PMDB reforça convite a Aécio

O lançamento ontem da pré-candidatura do ministro das Comunicações, Hélio Costa, ao Palácio da Liberdade serviu para o PMDB mineiro fazer um gesto explícito de apoio ao projeto presidencial do governador Aécio Neves (PSDB). Com críticas à "supremacia paulista", líderes do PMDB estadual reforçaram o assédio ao tucano e defenderam a "união de Minas" para levar um mineiro ao Planalto."O governador é uma força e o PMDB continua de braços abertos para recebê-lo", discursou Costa. "Doutor, eu não me engano, o Aécio não é tucano", gritaram em coro os peemedebistas. "É uma gentileza de um partido ao qual pertenci e com o qual eu mantenho muitas boas relações", desconversou Aécio, ao saber da manifestação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.