PMDB prega renovação na 1ª propaganda pós-Quércia

Partido estreia inserções no rádio e TV na próxima semana

Gustavo Porto, da Agência Estado

08 de abril de 2011 | 16h09

Acostumados com a imagem e o discurso de oposição do ex-governador Orestes Quércia, os eleitores paulistas estranharão as primeiras inserções políticas do PMDB após a morte do político, em dezembro do ano passado. No ar a partir da próxima segunda-feira, 11, a propaganda na televisão e rádio do agora governista PMDB mostrará as principais estrelas do partido no Estado e adotará um discurso de renovação.

As críticas de Quércia, ex-presidente estadual do PMDB, que davam o tom na maioria dos programas anteriores, darão lugar ao discurso de abertura do partido para novos filiados, pregado por lideranças como o vice-presidente da República, Michel Temer, o ministro da Agricultura, Wagner Rossi, e o deputado federal Edinho Araújo.

"Já no primeiro filme do ano será mostrado um PMDB aberto, trabalhando para atrair novas lideranças e cada vez mais democrático, com todas as principais lideranças tendo voz. Denota-se claramente a humanização da marca do PMDB de São Paulo", informou a assessoria do partido em São Paulo.

Segundo o deputado estadual Baleia Rossi, presidente do PMDB de São Paulo, o objetivo do programa veiculado na televisão "é ampliar a base partidária e abrir as portas do PMDB", para novas filiações, ação considerada por ele como "o primeiro passo para crescer e lançar candidatos a prefeito, ou no mínimo a vice-prefeito, na maioria absoluta dos municípios paulista já nas eleições de 2012".

As inserções, de 30 segundos cada, vão ao ar durante os intervalos comerciais das redes de televisão e emissoras de rádio na próxima segunda-feira, e nos dias 13, 15 e 17 de abril.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.