PMDB, PFL e oposição isolam governo na correção do IR

Os líderes do PFL, Inocêncio Oliveira(PE), e do PMDB, Geddel Vieira Lima (BA) , além dos líderes oposicionistas na Câmara e do deputado Delfim Netto (PPB-SP), assinaram nesta tarde acordo para apresentar uma emenda de plenário ao projeto de lei que corrige a tabela do Imposto de Renda. Esta emenda estabelece que a correção será de 20%. A intenção das lideranças é viabilizar a votação deste projeto ainda esta semana. A emenda, se aprovada, altera o projeto aprovado na Comissão de Constituição e Justiça, que determina uma correção de 35,29% na tabela do IR.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.