PMDB não quer vaga na articulação política, diz Temer

O vice-presidente da República e presidente licenciado do PMDB, Michel Temer, disse hoje que seu partido não tem interesse na vaga de articulação política, com a provável saída de Luiz Sérgio da Secretaria de Relações Institucionais. "O PMDB não quer articulação política. Isso é do PT", disse Temer, ao sair da cerimônia de lançamento do Plano Estratégico de Fronteiras, no Palácio do Planalto.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

08 de junho de 2011 | 13h50

Fontes do governo afirmam que, em vez da articulação política, o PMDB quer assento no núcleo próximo do governo, na tomada de decisões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.