PMDB não pediu afastamento de Bezerra

O senador Renan Calheiros (PMDB-AL) disse que o pedido do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, para que o presidente Fernando Henrique Cardoso o exonerasse temporariamente, a fim de que possa votar no presidente do PMDB, senador Jader Barbalho (PA), para presidente do Senado, foi uma iniciativa de Bezerra.Segundo Calheiros, não se tratou de um pedido do partido ao ministro, que é senador pelo PMDB do Rio Grande do Norte. Ainda segundo Calheiros, Bezerra deverá voltar ao cargo de ministro na quinta-feira. O Ministério da Integração informou que o secretário-executivo, Benivaldo Azevedo, responderá interinamente pelo cargo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.