PMDB libera senadores na votação do caso Renan

O PMDB decidiu liberar a bancada para a votação do pedido de cassação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), amanhã, no plenário. A legenda nem fez reunião para deliberar sobre o assunto e permitiu que cada um vote "de acordo com sua consciência", disse o líder Valdir Raupp (RO). Mas ele avaliou que não fechar questão a favor da absolvição de Renan "não significa virar as costas ao presidente do Senado".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.