PMDB goiano quer expulsar Ovídio de Ângelis

Se depender do PMDB de Goiás, Ovídio de Ângelis, titular da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, será expulso do partido. Rompidos com Ovídio desde que ele declarou apoio à candidatura do deputado Michel Temer (PMDB-SP) à presidência do PMDB, os senadores Maguito Vilela (PMDB-GO) e Iris Rezende (PMDB-GO) disseram que o diretório metropolitano de Goiânia do PMDB está pedindo a expulsão do ministro. Irritados com o comportamento do afilhado político, que assumiu o governo por indicação de Rezende, os senadores estão se sentindo traídos e concordam com a expulsão. "A pessoa que fica obcecada pelo poder perde a razão e a dignidade", afirmou Rezende, destacando que Ovídio está isolado politicamente no Estado. Ao apoiar Temer, o secretário do Desenvolvimento Urbano assumiu posição contrária ao senador Maguito Vilela, que também disputa o posto, só que como representante do grupo de oposição ao Palácio do Planalto. "Ovídio não tem voto entre os convencionais", disse Iris Rezende, para quem o apoio do ministro ao deputado Michel Temer não vai influir na opinião dos convencionais de Goiás.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.