Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

PMDB faz ato em apoio às prévias

Terminou por volta de 13h, no plenário 6 da Câmara, um ato de apoio às eleições prévias para a escolha do candidato do PMDB à Presidência da República. Os defensores da candidatura própria aproveitaram a mobilização contra a ofensiva dos governistas do partido para adiar a consulta interna e transformaram a reunião da Executiva Nacional em uma manifestação de apoio às prévias.Os dois pré-candidatos, o governador licenciado Germano Rigotto (RS) e o ex-governador Anthony Garotinho (RJ) aproveitaram a presença de presidentes de diretórios estaduais, vereadores, prefeitos, parlamentares e simpatizantes das duas candidaturas para fazer um ato conjunto de campanha. O presidente nacional do partido, deputado Michel Temer, comunicou que a reunião da Executiva Nacional havia sido cancelada por iniciativa dos próprios governistas que a convocaram, para reexaminar a data das prévias. Garotinho, em seu discurso, foi mais explícito: "Eu compreendo a delicadeza e a sutileza das palavras de Michel Temer, que é um magistrado e presidente de todos os peemedebistas. Ele não quis dizer o que todos sabemos. Que eles (os governistas) correram da luta. Não tiveram coragem de aparecer diante das bases do PMDB. Deitaram para não cair". Os governistas cancelaram a reunião porque não conseguiram reunir a maioria dos votos da Executiva nacional para adiar as prévias.Temer aproveitou o encontro para apresentar a todos o novo líder do partido, Waldemir Moka, levado ao cargo ontem, depois que seu antecessor, Wilson Santiago (PB), aderiu ao movimento dos governistas contra as prévias.

Agencia Estado,

16 de março de 2006 | 13h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.