PMDB e PT devem fechar apoio a Dilma nesta quarta-feira

Peemedebistas querem assegurar candidatura à vice-presidência na chapa; nome mais cotado é Michel Temer

Denise Madueño e Carol Pires, da Agência Estado,

19 Outubro 2009 | 11h52

Com o comando do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o PMDB e o PT selam na quarta-feira o acordo partidário de apoio à candidatura da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, à presidência da República em 2010. Com a antecipação do compromisso, o PMDB quer assegurar para o partido candidatura à vice-presidência na chapa. O nome mais cotado para a vaga, o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), estará ao lado de Lula na imagem do encontro.

 

Pelo calendário eleitoral, a decisão só poderá ser tomada em junho, mas, a oito meses da convenção partidária para definir quem o PMDB vai apoiar na disputa pela Presidência, a cúpula do partido fecha o chamado pré-compromisso para, a partir daí, buscar entendimentos nos Estados - onde PT e PMDB não se acertam na composição - e os votos dos convencionais para garantir a aprovação da aliança nacional.

 

Além da imagem de Lula, Dilma e a cúpula dos dois partidos, o encontro deverá resultar em uma nota, uma espécie de protocolo de compromisso de aliança nacional para afastar inseguranças nos partidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.