PMDB deve definir candidatura em 13 de maio, diz Temer

O presidente nacional do PMDB, deputado federal Michel Temer, afirmou nesta quarta-feira, para a Agência Estado, que o partido pode convocar uma convenção nacional para deliberar sobre a candidatura própria no dia 13 de maio.Segundo informações passadas ao deputado, integrantes do grupo governista do partido já colheram as assinaturas necessárias para que a executiva determine a convocação da reunião."Ainda não me chegou nenhum documento, mas a informação que temos é que eles já têm as assinaturas necessárias. Confirmado esse fato, convocarei a convenção", diz o deputado. De qualquer, forma a convenção de junho ficaria mantida para homologar a decisão do encontro do dia 13 de maio.A realização dessa espécie de "pré-convenção" surgiu por conta da divisão interna evidenciada no último encontro com os presidentes dos diretórios estaduais e da necessidade de se definir as alianças locais e nacional do partido para as eleições de 2006.Entre elas, a chamada "tríplice aliança" com PSDB e PFL, no plano nacional. Os dois partidos que dão sustentação à candidatura Alckmin acertaram com a alta cúpula do PMDB que, caso a candidatura própria não vingasse, o partido se uniria a eles já no primeiro turno para derrotar o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A única condição: que o PMDB definisse o imbróglio da candidatura até a primeira quinzena de maio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.