PMDB deve apresentar nova candidatura ao Senado até 19h

A cúpula do PMDB deverá apresentar até as 19 horas um nome como alternativa para a candidatura à presidência no Senado, uma vez que José Sarney (AP) - que já comunicou o seu afastamento da disputa -, José Alencar (MG) e José Fogaça (RS) não conseguiram unir o partido. Caso a cúpula não consiga viabilizar uma nova opção, o nome do líder do PMDB, senador Renan Calheiros (AL), será reapresentado como candidato. O PMDB, segundo parlamentares da cúpula, não está disposto a atender às condições impostas por Sarney que, inclusive, pediu um documento de apoio da bancada a seu nome. Na avaliação desses mesmos parlamentares, a sustentação política do nome de Sarney pelo PFL teria como objetivo enfraquecer o PMDB para as eleições de 2002, não só numa composição dos partidos da base aliada para a sucessão presidencial como também nas disputas estaduais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.