PMDB convida Renan para almoço com Lobão

O presidente licenciado do Senado, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), foi convidado ontem pelo líder do PMDB na Casa, senador Waldir Raupp (RO), para um almoço hoje com a bancada do partido em homenagem ao senador Edison Lobão (PMDB-MA). O almoço acontece 24 horas depois da sessão em que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que a fidelidade partidária é obrigatória não só para vereadores e deputados, mas também para senadores, presidentes da República, governadores e prefeitos. Na semana passada, Lobão trocou o DEM (ex-PFL) pelo PMDB. Até o fim da manhã, Calheiros ainda não havia informado se iria aceitar o convite de Raupp para comparecer ao encontro. Segundo um dirigente peemedebista, se Calheiros comparecer, aproveitará para anunciar novamente que não renunciará ao cargo de presidente nem ao mandato de senador. "Renúncia não é uma possibilidade que eu avalio", disse Renan, segundo o dirigente do PMDB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.