PMDB classifica declarações de Jarbas como 'desabafo'

A Executiva Nacional do PMDB decidiu não polemizar, pelo menos por enquanto, sobre as declarações do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) na entrevista que deu à revista Veja desta semana. Em nota, a Executiva do partido considera que as declarações de Vasconcelos foram um "desabafo" ao qual o PMDB "não dará maior relevo". Segundo a Executiva, o partido não dará maior atenção às afirmações de Vasconcelos em razão da "generalidade das alegações". Jarbas "não aponta nenhum fato concreto que fundamente suas declarações", segundo a nota. Fontes do PMDB afirmam que o partido está avaliando as declarações do senador e considera que Vasconcelos possa estar querendo sair do PMDB. Na entrevista, o senador afirma que "boa parte do PMDB quer mesmo é corrupção" e que "a maioria (do PMDB) se especializou nessas coisas pelas quais os governos são denunciados: manipulação de licitações, contratações dirigidas, corrupção em geral".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.