PM volta ao trabalho em Salvador e pára em AL

Lojas, bancos e escolas estão funcionando normalmente hoje em Salvador com a polícia de volta às ruas. Os ônibus estão circulando e a cidade está com o movimento que costuma ter todos os dias. Os policiais civis e militares fazem uma assembléia, às 14 horas, para confirmar a decisão de terminar a greve. Eles decidiram rejeitar o aumento proposto pelo governo, 21% em três parcelas, e querem, além deste aumento, 33% de reajuste sobre a gratificação por atividade policial. Foi dado um prazo até dezembro para o governo resolver a questão.O governo assina esta manhã uma série de medidas para ajudar os comerciantes que tiveram prejuizos por causa de saques durante a greve. a Federação do Comércio estima um prejuizo entre 8 e 10 milhões de reais. Entre as medidas estão a prorrogação do prazo para pagamento do ICMS e a abertura de uma linha de crédito com prazo mais longo e juros menores. O setor de turismo também reclama de perdas. Muitas pessoas deixaram de viajar e reservas foram canceladas. PMs de Alagoas passam a noite aquarteladosOs policiais civis e militares de Alagoas anunciaram na noite de ontem uma paralisação por melhores salários. Mesmo assim, os serviços básicos foram mantidos durante a madrugada. Policiais militares de oito, dos 18 batalhões alagoanos, passaram a noite aquartelados. Já os policiais civis trabalharam normalmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.