PM prende 17 acusados de expulsar sem-terra em Minas

Dezessete pessoas foram presas na madrugada desta segunda-feira após expulsar trabalhadores rurais que estavam acampados na Fazenda Inhaúmas, na zona rural do município de Campina Verde, no Pontal do Triângulo Mineiro, a 826 quilômetros de Belo Horizonte, segundo informações da Polícia Militar.De acordo com a PM, cerca de 30 famílias estavam acampadas na propriedade desde o final do ano passado.Os atacantes, que estavam encapuzados e fortementearmados, teriam chegado atirando e queimaram as barracas do acampamento. A Polícia suspeita de que a agressão tenha sido ordenada por fazendeiros da região.Com os agressores foram apreendidas 25 armas - sendo 17 espingardas -, e muita munição.Antes da ação da polícia, cinco trabalhadores rurais teriam sido capturados e, de acordo com testemunhas, agredidos e depois abandonados na cidade vizinha de São Francisco de Sales.Até a noite desta segunda não havia informações sobre outros feridos. Segundo a PM, os homens foram liberados no final da tarde desta segunda após pagamento de fiança. Os policiais não souberam informar se os assentados pertenciam ao Movimento dos Sem-Terra (MST). Os próprios trabalhadores, contudo, teriam confirmado a emissoras de TV da região que faziam parte do MST de Iturama e Santa Vitória, municípios doTriângulo.De acordo com a PM, a Fazenda Inhaúmas tem aproximadamente 300 hectares e pertence a Coleta Assunção Tannus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.