PM monta megaoperação para cumprir reintegração de posse

A Polícia Militar montou hoje uma megaoperação, com 150 homens, 12 cavalos e 13 viaturas para cumprir uma ação de reintegração de posse e retirar cerca de 200 trabalhadores sem-terra da Fazenda Pau Ferro, em São Caetano, no agreste, de propriedade do prefeito do município, Esmeraldo José dos Santos (PFL). O capitão PM Ted Santos Virgínio disse que a operação era necessária, porque a PM trabalhava com a expectativa de haver mais de mil sem-terra na ocupação. "Este era o número de pessoas que participaram da invasão em 14 de abril", explicou. Os policiais chegaram ao local às 5h30. O Movimento dos Sem-Terra (MST) acusou os policiais, em nota, de terem "destruído todos os pertences dos trabalhadores". A PM nega. O capitão disse que os sem-terra retiraram suas lonas e que alguns barracos construídos com troncos grossos foram retirados com um trator do proprietário. "Não cabe à PM o desmonte dos barracos", afirmou. Depois de deixarem o local, os sem-terra armaram novo acampamento perto da fazenda, nas margens da BR-232. De acordo com o MST, o interesse dos trabalhadores é a desapropriação da Fazenda Santa Isabel, de 5 mil hectares, vizinha à do prefeito, que está improdutiva e penhorada ao Banco do Nordeste. Para o prefeito, a invasão da sua terra teve caráter político, já que a área é produtiva e ele tem criação de frangos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.