Plenário decidirá sobre a votação do projeto da CLT

O líder do governo na Câmara, Arnaldo Madeira (PSDB-SP), disse hoje que a decisão sobre o adiamento ou não da votação do projeto que estabelece a prevalência de acordos e convenções coletivas sobre a legislação trabalhista será tomada no plenário ainda hoje, após ouvir os demais líderes de base governista.Madeira disse que ouviu ponderações do líder do PMDB, Geddel Vieira Lima (BA), mas que a decisão de adiar a votação é estratégica e não será antecipada. No momento, segundo o líder, a decisão é de votar hoje a matéria.O líder do PFL na Câmara, Inocêncio Oliveira (PE), disse que o governo não deve aceitar a proposta de Geddel de adiar por uma semana a votação. "Temos que votar hoje. Quem quiser, que mostre a sua cara e diga por que não está votando", afirmou. O líder do PSDB, Jutahy Júnior (BA), disse que sua bancada está decidida a votar o projeto hoje.

Agencia Estado,

21 de novembro de 2001 | 16h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.