André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Plenário da Câmara retoma votação da PEC do distritão e do fundo eleitoral

Na noite de terça-feira, 23, a votação foi adiada pela segunda vez por falta de consenso

Felipe Frazão e Isadora Peron, O Estado de S.Paulo

23 Agosto 2017 | 17h43

O plenário da Câmara dos Deputados retomou na tarde desta quarta-feira, 23, a votação da reforma política, com análise da Proposta de Emenda à Constituição 77/03, que cria um fundo eleitoral com R$ 3,6 bilhões em verbas públicas e altera o sistema de votação para o distritão, modelo em que são eleitos apenas os candidatos mais votados, sem considerar votos partidários.

A oposição tenta obstruir a votação nesta quarta-feira. O PSOL apresentou um requerimento para retirar a PEC 77 de pauta, mas a tendência é que seja rejeitado.

A falta de acordo sobre a proposta adiou na noite de terça-feira, 23, pela segunda vez, a votação. Há deputados que afirmam que o impasse é tamanho que há o risco de nenhuma proposta ser aprovada a tempo de valer para as eleições de 2018. O prazo limite é até fim de setembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.