Plenário da Câmara aprova tratado que cria a Unasul

O plenário da Câmara aprovou o tratado de criação da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), firmado em Brasília, em maio de 2008, durante cúpula extraordinária de chefes de Estado e de governo. O financiamento da Unasul deverá ser bancado em sua maior parte pelo Brasil, seguindo uma cláusula, segundo a qual o orçamento será baseado em cotas diferenciadas dos Estados membros, levando em conta a capacidade econômica dos países integrantes. O tratado será votado ainda pelo Senado.

DENISE MADUEÑO, Agência Estado

31 de maio de 2011 | 19h55

O tratado também prevê a formação de um parlamento sul-americano com sede em Cochabamba, na Bolívia, cujas regras serão definidas por um protocolo adicional.

O acordo já foi ratificado por nove países, o que já é suficiente para a sua entrada em vigor. Além do Brasil, ainda não ratificaram o tratado os parlamentos da Colômbia e do Paraguai. A Unasul é formada pelos países: Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Peru, Bolívia, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana e Suriname.

Tudo o que sabemos sobre:
UnasultratadoaprovaçãoCâmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.