Plebiscito poderá custar R$ 500 mi aos cofres públicos

O plebiscito sobre a reforma política poderá custar aproximadamente R$ 500 milhões aos cofres públicos, de acordo com avaliação de técnicos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), publicado neste sábado na Agência Brasil. Essa previsão considera os números das eleições de 2012, que custaram, em média, R$ 2,81 por eleitor.

FERNANDA GUIMARÃES, Agência Estado

29 Junho 2013 | 14h22

Para os técnicos do TSE, no entanto, o valor por eleitor pode aumentar devido à urgência no planejamento. Além disso, a consulta popular poderá ficar ainda mais cara devido ao aumento do eleitorado e à necessidade de reforçar a segurança nos locais de votação.

Mais conteúdo sobre:
DilmaplebiscitoTSE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.