Plano do governo é 'remendo tributário', diz líder do PSOL

A líder do PSOL na Câmara, deputada Luciana Genro, disse que a proposta do governo de reforma tributária é um "remendo tributário", porque não toca no problema central que é a excessiva carga de impostos e contribuições sobre os salários e o consumo. Para a deputada, a reforma deveria incidir sobre a renda e a riqueza. Apesar da crítica, Luciana Genro disse que o PSOL está aberto para o diálogo e que vai apresentar propostas."É preciso que o conjunto da sociedade discuta a reforma como um todo", afirmou a deputada, ao chegar ao Ministério da Fazenda para o encontro do ministro Guido Mantega, com a oposição, para apresentar a proposta de reforma tributária do governo.Luciana Genro disse que é a favor da desoneração da folha de pagamento das empresas, mas desde que isso não prejudique os recursos necessários para a previdência social. Segundo ela a desoneração das empresas que empregam mais tem que onerar, em contrapartida, as empresas que empregam menos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.