Plano ajuda bancos federais

O ministro da Fazenda, Pedro Malan, anunciou ontem o programa de reestruturação dos bancos federais com elogios ao presidente da República, críticas à oposição e recados à base política. ?O governo não está de forma alguma paralisado ou com seu horizonte de tempo reduzido?, disse o ministro. Depois do ataque desferido pelo Banco Central (BC) à escalada do dólar e do anúncio do lançamento do pacote tributário (ver página A4), o programa, que limpa o último grande esqueleto da União, reforça a iniciativa política do governo.Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.