Planalto vai listar apadrinhados no Banco do Brasil e na CEF

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse aos representantes de movimentos sociais no encontro da quarta-feira, no Planalto, que pedirá um mapeamento de todos os cargos preenchidos por políticos nas agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. De acordo com relato de três dos visitantes, Lula afirmou ter informações de que partidos adversários mantêm influência em bancos públicos e na máquina federal nos Estados e municípios. ?Tem gente do PFL e do PSDB que há 500 anos ocupa cargo de gerente do Banco Brasil?, teria dito Lula, segundo seus interlocutores. Durante o encontro, ele reclamou que a oposição acusa o governo de colocar petistas nos bancos oficiais e, ao mesmo tempo, não quer deixar posições conquistadas em outros governos nas agências do BB e da Caixa. ?Quero saber de fato quem são essas pessoas?, teria dito Lula. Apesar da crítica aos adversários, o presidente não deixou claro se pretende promover um expurgo aos eventuais apadrinhados da oposição, sinalizando estar aberto ao diálogo. ?Se querem fazer oposição, que façam?, afirmou.

Agencia Estado,

14 Dezembro 2006 | 13h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.