Planalto vai acelerar nomeações do PMDB

O pagamento dos cargos prometidos aos aliados do governo em 2007 vai começar pelo Ministério das Minas e Energia, contemplando o PMDB - maior partido da base, com a nomeação do senador Edison Lobão (PMDB-MA). Um interlocutor do presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou ontem que o Palácio do Planalto decidiu acelerar as nomeações de aliados com o objetivo de preparar o terreno político para enfrentar a nova crise com a oposição por conta das medidas que aumentaram tributos. Um dirigente nacional do PMDB diz que a expectativa do partido é que a nomeação seja anunciada já na próxima semana. O Planalto não confirmou oficialmente a escolha de Lobão, mas o ministro Nelson Hubner, que responde interinamente pela pasta desde a demissão de Silas Rondeau, há sete meses e meio, abre a agenda de audiências de Lula hoje. "Essa informação não chegou até mim", disse. Sobre o encontro, afirmou que é para tratar "de temas da rotina". COLABOROU LEONARDO GOY

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.