Planalto usa ideias do governo de SP, diz Serra

Ao entregar casas populares, governador afirma não haver ?concorrência? na vida pública

Silvia Amorim, O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2009 | 00h00

O governador José Serra (PSDB) disse ontem, durante entrega de casas populares na periferia da capital, que não há "concorrência" entre a gestão dele e a do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao entregar moradia para 240 famílias, Serra destacou que a atuação de São Paulo tem sido exemplar na habitação. "Quero chamar a atenção para uma medida que é praticada em São Paulo desde a época do Mário Covas, que é a entrega do título de propriedade para a mulher. Agora, o governo federal anunciou que vai fazer isso", discursou. "Eu acho ótimo. Não tem nenhuma concorrência. Na vida pública, a gente pega ideia dos outros. Não tem patente."Algumas ações adotadas em São Paulo estão recebendo atenção especial da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, nome preferido de Lula para sua sucessão. Na semana passada, ela anunciou que o governo dará prioridade a mulheres no PAC da Habitação para o financiamento de imóveis populares. Dilma também mostrou interesse em expandir ao País o programa de regularização fundiária para imóveis urbanos implementado por Serra, o Cidade Legal. A novidade da versão paulista é a redução dos custos do primeiro registro em cartório da propriedade para famílias carentes. "É algo que vai ser feito agora no plano federal graças ao exemplo que São Paulo deu. É a notícia mais importante na área habitacional aqui em São Paulo", ressaltou Serra.A habitação tem surgido como um trunfo do governo Lula para fortalecer a pré-candidatura da ministra. Eles prometem construir 1 milhão de casas até 2010. Dilma e Serra, ao lado do governador mineiro Aécio Neves, são os principais nomes hoje para a disputa presidencial.BALÕES E LANCHESO evento para entrega das chaves dos imóveis aos moradores ontem teve distribuição de balões para crianças e kit lanche. A chegada do tucano foi anunciada ao som da música Jesus Cristo, de Roberto Carlos. Do palco, ele autorizou a construção de mais 250 apartamentos na zona leste e prometeu entregar em todo o Estado cerca de 40 mil unidades ainda este ano. Outras 60 mil, afirmou, estão em construção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.