Planalto põe fim aos vazamentos

Para evitar novos vazamentos de conversas reservadas, como a que ocorreu terça-feira, em Salvador, durante reunião dos presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Hugo Chávez, da Venezuela, o governo decidiu substituir o antigo sistema de rádio usado para tradução simultânea por um novo sistema de transmissão por infravermelho. O novo é considerado seguro porque não permite que o som atravesse paredes. Em Salvador, jornalistas testaram os aparelhos e captaram um encontro reservado, que acontecia na sala ao lado. Na conversa, Chávez assegurou a Lula que empresas brasileiras poderiam investir na Venezuela que não seriam nacionalizadas, como fez com as empresas argentinas. Chávez teve de se explicar com a presidente da Argentina, Cristina Kirchner. Lula demonstrou profunda irritação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.