André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Planalto nega que Temer esteja com cateterismo agendado

Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência, presidente 'goza de perfeita saúde' e 'não tem nenhuma cirurgia marcada'

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2017 | 23h56

BRASÍLIA - A Secretaria de Comunicação da Presidência negou nesta terça-feira, 10, que o presidente Michel Temer (PMDB) esteja com um cateterismo agendando para depois da provável e esperada derrubada da denúncia. Segundo informações da TV Globo, o presidente teria marcado o procedimento. 

+++ Relatório de Bonifácio de Andrada pede rejeição de denúncia contra Temer

De acordo com o Planalto, o presidente, que completou 77 anos no mês passado, "goza de perfeita saúde" e "não tem nenhuma cirurgia marcada" até o momento. 

No fim do mês passado, Temer fez exames no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Interlocutores do presidente reiteraram que os exames foram "tranquilos" e sem nenhum problema. 

+++ Oposição critica parecer que pede arquivamento de denúncia contra Temer

Após o noticiário sobre o suposto cateterismo vir a público, segundo auxiliares, o diretor-geral do centro de cardiologia do Instituto do Coração (Incor) e do Hospital Sírio-Libanês e cardiologista do presidente, Roberto Kalil Filho, o telefonou para minimizar os efeitos da notícia. 

Segundo sua assessoria, Temer está no Palácio do Jaburu descansando com a família. 

Nesta quarta-feira, 10, a agenda só prevê despachos internos a partir das 10 horas. Por causa do feriado de Nossa Senhora Aparecida na quinta-feira, 12, e com Brasília esvaziada, Temer pode ir para São Paulo, mas ainda não havia decisão sobre isso. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.