André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Planalto nega que Temer esteja com cateterismo agendado

Segundo a Secretaria de Comunicação da Presidência, presidente 'goza de perfeita saúde' e 'não tem nenhuma cirurgia marcada'

Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2017 | 23h56

BRASÍLIA - A Secretaria de Comunicação da Presidência negou nesta terça-feira, 10, que o presidente Michel Temer (PMDB) esteja com um cateterismo agendando para depois da provável e esperada derrubada da denúncia. Segundo informações da TV Globo, o presidente teria marcado o procedimento. 

+++ Relatório de Bonifácio de Andrada pede rejeição de denúncia contra Temer

De acordo com o Planalto, o presidente, que completou 77 anos no mês passado, "goza de perfeita saúde" e "não tem nenhuma cirurgia marcada" até o momento. 

No fim do mês passado, Temer fez exames no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Interlocutores do presidente reiteraram que os exames foram "tranquilos" e sem nenhum problema. 

+++ Oposição critica parecer que pede arquivamento de denúncia contra Temer

Após o noticiário sobre o suposto cateterismo vir a público, segundo auxiliares, o diretor-geral do centro de cardiologia do Instituto do Coração (Incor) e do Hospital Sírio-Libanês e cardiologista do presidente, Roberto Kalil Filho, o telefonou para minimizar os efeitos da notícia. 

Segundo sua assessoria, Temer está no Palácio do Jaburu descansando com a família. 

Nesta quarta-feira, 10, a agenda só prevê despachos internos a partir das 10 horas. Por causa do feriado de Nossa Senhora Aparecida na quinta-feira, 12, e com Brasília esvaziada, Temer pode ir para São Paulo, mas ainda não havia decisão sobre isso. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.