Planalto gastará R$ 878.700 para polir mármore do piso

Após passar por uma reforma em 2009 e 2010, o Palácio do Planalto gastará mais R$ 878.700 para polir o mármore do piso dos quatro pavimentos. O edital de licitação para contratar a empresa que fará o serviço será aberto no próximo dia 1º de agosto. Esse gasto não estava previsto no orçamento das mudanças na estrutura do prédio realizadas durante o governo Luiz Inácio Lula da Silva, por um custo de R$ 103 milhões.

EQUIPE AE, Agência Estado

20 de julho de 2011 | 21h00

Por meio de sua assessoria, a Secretaria de Administração do Planalto informou que a retirada de paredes e salas durante a reforma expôs diferenças no piso, o que exigiu um polimento numa área total de 10 mil metros quadrados. A previsão é que o serviço fique pronto em quatro meses.

A Secretaria de Administração informou ainda que o palácio deverá passar por reparos. Neste caso, a empresa Porto Belo, responsável pela última reforma, arcará com os custos. Em novembro do ano passado, uma chuva alagou o subsolo, onde ficam as salas do serviço medico e de comunicações. A chuva também causou infiltrações em paredes dos pavimentos superiores.

Tudo o que sabemos sobre:
reformaPlanaltopiso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.