Planalto dará Ministério da Integração a ala governista do PP

O novo ministro será José Rodrigues Pinheiro Dória, ligado a deputados baianos da legenda; governo acredita em mais 5 votos contrários ao impeachment da presidente Dilma

Daniel Carvalho, Beatriz Bulla e Vera Rosa, O Estado de S. Paulo

14 de abril de 2016 | 07h35

BRASÍLIA - O Palácio do Planalto fechou na quarta-feira, 13, que entregará o Ministério da Integração Nacional a um indicado da ala do PP que se manteve fiel ao governo contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. O novo ministro será o atual secretário nacional de Irrigação da pasta, José Rodrigues Pinheiro Dória.

Dória é ligado aos deputados Ronaldo Carleto e Roberto Brito, ambos do PP da Bahia.

O ministério era comandado por Gilberto Occhi, que nesta quarta-feira renunciou ao cargo. Representantes do governo dizem, no entanto, que ele foi demitido. Sua saída foi oficializada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira, 14.

Occhi é ligado ao presidente nacional da legenda, senador Ciro Nogueira (PI), que na terça-feira, 12, rompeu com o governo e orientou a entrega dos cargos como "gesto de grandeza".

Com a nomeação, os governistas acreditam que podem angariar mais cinco votos contrários ao impeachment. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.