Marcos Corrêa/PR
Marcos Corrêa/PR

Planalto confirma encontro de Temer com evangélicos em Belém

Encontro não constava de agenda oficial do presidente e, segundo a assessoria, foi incluído 'de última hora'

Carla Araújo e Tânia Monteiro), O Estado de S.Paulo

06 de outubro de 2017 | 20h29

BRASÍLIA - A assessoria de imprensa do Palácio do Planalto confirmou na noite desta sexta-feira, 6, que o presidente Michel Temer esteve na quinta-feira, 5, no Templo Central da Assembleia de Deus, em Belém, e disse que o compromisso aconteceu “de última hora” e não constou na agenda pois ela não foi atualizada. Após o questionamento da reportagem, a assessoria disse que vai incluir o compromisso. No site do Planalto, que registra imagens oficiais do presidente, há fotos da visita, incluindo uma em que há um banner desejando boas-vindas ao presidente.

+++ Temer chega ao Pará entre afagos de políticos locais

O encontro fora da agenda com os evangélicos aconteceu pouco depois de Temer fazer acenos à Igreja Católica, ao participar de cerimônia de assinatura do protocolo de intenções para destinar à Arquidiocese de Belém uma área de 10,8 mil metros quadrados.

+++ Em carreata em Belém, Bolsonaro exalta general que defendeu intervenção militar

+++ Insatisfeita, base quer 'dar susto' no governo

Segundo fontes que já haviam confirmado o compromisso, Temer foi retribuir uma visita que recebeu no Palácio do Planalto no dia 17 de maio do Pastor Samuel Câmara. O dia da reunião com o pastor foi marcante para o governo já que, pouco depois da agenda em seu gabinete, eclodiu a maior crise do governo, com a divulgação da notícia de que ele foi gravado pelo empresário Joesley Batista. Naquele dia, para marcar a visita, Temer postou uma foto com o pastor no Twitter: “Recebi, hoje, mais um exemplar da Bíblia das mãos do pastor Samuel Câmara. Um livro sagrado que guia a minha vida e de milhões brasileiros”.

+++ Temer perdeu a 'visão da dignidade que o cargo exige dele', diz procurador da Lava Jato

+++ Entenda como será o rito da 2ª denúncia contra Temer

Segundo a agenda oficial de Temer, após evento na capital paraense. o presidente embarcaria direto para Alcântara, no Maranhão. A partida estava marcada para as 12h30. O presidente saiu do evento por volta do meio dia e, de acordo com o Planalto, acabou embarcando às 13 horas para o Maranhão. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.