Pitta e Yunes são absolvidos pela Justiça

O ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta (PSL) e o empresário Jorge Yunes foram absolvidos nesta segunda-feira pelo juiz Pedro Luiz Aguirre Menin, da 14ª Vara Criminal, no processo em que eram acusados de crimes de corrupção passiva eativa, respectivamente.Segundo a acusação, Pitta teria recebido R$ 800 mil de Yunes, de forma continuada, entre 1997 e1999, sob disfarce de um contrato de mútuo. O dinheiro teria sido dado para que Pitta encaminhasse à Câmara Municipal mensagem dealteração do zoneamento da Avenida Faria Lima.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.