Pitta e Nahas pedem extensão de habeas ao STF

Os advogados do ex-prefeito de São Paulo Celso Pitta e do investidor Naji Nahas encaminharam hoje ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedido para que seja estendido aos seus clientes o direito ao habeas-corpus concedido ontem ao sócio-fundador do Banco Opportunity, Daniel Dantas, à sua irmã, Verônica, e a nove funcionários do banco. O pedido é extensivo também ao filho de Nahas, Fernando Nahas, ao doleiro Miguel Jurno Neto e ao funcionário de Nahas, Roberto Sande Caldeira Bastos. Os pedidos foram encaminhados por fax ao STF e devem ser decididos ainda hoje pelo presidente do Supremo, Gilmar Mendes.Dantas e a irmã foram presos pela PF na Operação Satiagraha, deflagrada na terça-feira para desbaratar um suposto esquema de desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro. Eles haviam entrado com pedido de habeas-corpus preventivo em junho, com receio de que fossem alvos de uma ação da Polícia Federal (PF).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.