Pitta assina intimação para CPI da Dívida

O ex-prefeito Celso Pitta (PTN) cedeu e assinou às 17h50 desta terça-feira, no salão de jogos do flat onde mora, em Moema, na zona sul, a intimação que o obriga a depor nos dias 16 e 30 na CPI que investiga a Dívida Pública do Município, de R$ 18 bilhões.No ato da assinatura, ele estava acompanhado do secretário do Governo de sua gestão, Carlos Augusto Meinberg. No dia 16, na condição de ex-secretário de Finanças de Paulo Maluf (PPB), Pitta terá de dizer quais foram os procedimentos adotados por ele na venda de títulos públicos e no pagamento de precatórios.O montante da venda, que deveria ser utilizado para pagar precatórios, foi desviado pela Prefeitura e usado para outros fins.No dia 30, como ex-prefeito, terá de mostrar como conduziu a dívida e explicar sua evolução. Na tarde desta terça-feira, horas antes de assinar a intimação, Pitta estudava com seu advogado, Antonio Claudio Mariz de Oliveira, a hipótese de escolher dia, hora e local para ser intimado. Mas recuou e assinou o documento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.