Pior da Sars já passou em Hong Kong e Canadá, diz OMS

A Organização Mundial de Saúde afirmou que a epidemia causada pela Sars atingiu seu pico e que o pior momento da crise já ocorreu em Cingapura, Hong Kong, Canadá e Vietnã. A OMS alertou, no entanto, que a doença parece estar se espalhando rapidamente para a China. ?Pelos relatórios que recebemos de Hong Kong, Cingapura, Toronto e Vietnã, parece que a epidemia atingiu o pico nesses países?, afirmou o diretor de doenças da OMS, David Heymann. Ele disse que esses países têm registrado menos casos todos os dias. Heymann, que está em Bangcoc para participar de uma reunião de cúpula com líderes do Sudeste da Ásia sobre a Sars amanhã, disse que a situação é preocupante na China. ?Na China, como você sabe, estamos recebendo mais e mais relatos de casos e não parece que a doença já tenha chegado ao topo?, disse ele a jornalistas. Houve oito novas mortes na China e cinco em Hong Kong divulgadas nesta segunda-feira, elevando o número de mortes em todo o mundo para pelo menos 132, a maioria na China e em Hong Kong. A Sars já atingiu cinco mil pessoas. Heymann disse que os especialistas estão cientes de infecções de Sars em Pequim, Xangai e em outra províncias.Veja o índice de notícias sobre a pneumonia atípica

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.