Pinheiro Neto destaca Covas como defensor do emprego

O presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), José Carlos Pinheiro Neto, disse que o governador Mário Covas foi um grande companheiro da indústria automobilística brasileira. Pinheiro Neto destacou o apoio de Covas a projetos para criação de empregos no setor e o programa de renovação da frota de veículos, que acabou não sendo efetivado. "Ele foi o primeiro governador a concordar com a redução da carga tributária estadual", afirmou."A história brasileira ainda vai fazer justiça a esse homem, que é muito melhor do que estamos imaginando", destacou Pinheiro Neto. O presidente da Anfavea lembrou ainda que o governador era um homem de palavara e que cumpriu a negociação verbal para conceder benefícios de infra-estrutura para a construção de uma fábrica da General Motors em Mogi das Cruzes (SP). "Covas cumpriu rigorosamente todos os itens negociados de boca, sem nenhum papel nem assinatura ou formalização", disse. "Esse é o exemplo maior do político que pode haver."Setúbal: "Covas foi exemplo de coerência"O presidente do conselho de administração do Banco Itaú, Olavo Egydio Setubal, divulgou nota oficial lamentando a morte do governador de São Paulo, Mário Covas. Ele lembrou os tempos em que universitários de ambos na Escola Politécnica, destacando que Covas sempre foi um líder. Segundo Setúbal, que como Covas também foi prefeito de São Paulo, o governador foi um exemplo de coerência e comportamento ético durante toda sua vida. "Seu falecimento é uma grande perda para o Brasil".Ermírio: "É muito raro encontrar um homem assim"O empresário Antônio Ermírio de Morais afirmou, durante velório do governador Mário Covas, que ele fará muita falta ao País. "O Brasil perdeu um grande homem, digno e correto". Segundo o empresário, Covas foi um grande brasileiro que amava a Pátria mais que tudo nesta vida. "É muito raro encontrar um homem assim".Moreira Ferreira: "o Brasil perde um grande líder"Em Brasília, o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), deputado Carlos Eduardo Moreira Ferreira (PFL-SP), lamentou a morte do governador de São Paulo, Mário Covas. "Não apenas o Estado de São Paulo perde seu governador, mas o Brasil neste momento perde um grande líder, cujo compromisso maior sempre foi a democracia", disse Moreira Ferreira. "O exemplo de Mário Covas será sempre um estímulo para continuarmos lutando por um País melhor", completou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.