Pimenta diz que Itamar quer faturar com Cemig

O ministro das Comunicações, Pimenta da Veiga, disse nesta sexta-feira que a determinação do governador de Minas, Itamar Franco (PMDB), para que a Companhia Energética do Estado (Cemig) entre no leilão de privatização da Cesp Paraná não passa de "uma tentativa de criar um fato político sobre uma questão administrativa".Segundo Pimenta, a iniciativa de Itamar, pré-candidato do PMDB à Presidência, tem propósitos "eleitorais". "Ele (Itamar) está querendo usar a privatização da Cesp como uma questão eminentemente política", afirmou o ministro."Melhor faria, se a Cemig está com tanta disponibilidade financeira, se orientasse a empresa a aumentar a geração de energia", acrescentou, em entrevista a uma rádio de Belo Horizonte.Para Pimenta, o governador mineiro poderia direcionar os recursos que a empresa estaria mobilizando para tentar adquirir a Cesp para investimentos no próprio Estado."Deixa São Paulo com a companhia que tem, seguir a vida que preferir, mas nós, mineiros, devíamos cuidar do que está aqui dentro, deviamos aumentar a geração para melhorar as condiçoes competitivas de Minas", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.