Pimenta da Veiga defende exposição de pré-candidatos

O ministro das Comunicações, Pimenta da Veiga (PSDB), defendeu, nesta segunda-feira, em Fortaleza, a tese de que o PSDB deve expor seus pré-candidatos à Presidência da República da "forma mais ampla que puder".Não só para decidir melhor quem seria o candidato, como para que a opinião pública brasileira possa conhecê-los bem. Ele disse que não está no páreo.A princípio, Pimenta não quis afirmar se apóia o governador Tasso Jereissati ou o ministro da Saúde, José Serra, como candidato tucano. "No momento, eu estou querendo que haja uma unidade no partido", desconversou.Mas, em seguida, sinalizou em favor de Tasso: "Não tenho nenhuma dúvida de que o governador Tasso Jereissati preencha todos os requisitos para um candidato do PSDB, pela sua tradição no partido, pelo fato de ter governado o Ceará por diversas vezes e pela sua qualificação pessoal".Pimenta e Tasso deram entrevista no final da tarde desta segunda-feira, durante inauguração do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações do Nordeste (CPqD).Indagado se a indefinição do PSDB em expor os seus pré- candidatos não poderia favorecer uma aproximação entre PFL e PMDB, deixando os tucanos isolados, Tasso foi lacônico: "Isso daí, eu já não acho nem tão bom e nem tão ruim. Até pelo contrário".Na opinião dele, o fato de o partido não expor seus pré-candidatos na televisão não favoreceu nem o PMDB nem o PFL. Nesta segunda-feira, foi divulgada uma pesquisa feita pelo Ibope no Ceará a pedido da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), para medir o grau de confiança dos cearenses nos políticos.Nela, a administração do governador cearense é considerada ótima por 56% dos entrevistados. Para 30%, a administração dele é regular, e 10% consideram ruim ou péssima.A pesquisa revela ainda que 72% das pessoas ouvidas disseram estar satisfeitas ou muito satisfeitas com a vida que levam no Ceará, contra 28% de insatisfeitos.A forma como Tasso vem administrando o Estado é aprovada por 74% dos entrevistados. Apenas 20% desaprovam seu governo. A confiança dos cearenses nele também anda alta, segundo a pesquisa: 70% consideram Tasso confiável, e 26%, não.Na opinião de 57% dos entrevistados, o governo de Tasso acerta mais do que erra. A pesquisa foi aplicada entre os dias 12 e 18 de outubro na região metropolitana de Fortaleza e no Interior do Estado. Foram consultados mil eleitores com idade acima de 16 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.