Philip Morris briga na Holanda para não revelar seus segredos

O fabricante de cigarros Philip Morris International, com sede em Lausanne, na Suíça, está movendo uma ação legal para evitar que o governo holandês faça cumprir a lei obrigando a indústria de tabaco a revelar o ingrediente de seus produtos. A Philip Morris argumenta que a lei, aprovada pelo parlamento em 2002, eqüivale a exigir que a empresa revele seus segredos comerciais e torne ?as receitas das misturas de cigarros acessíveis aos concorrentes e falsificadores?. ?São os aditivos que se agregam ao processo industrial que dão à mistura seu gosto e aroma distintos?, diz a porta-voz da empresa, Nerida White.O porta-voz do Ministério da Saúde da Holanda, Bas Kuik, contra-argumenta que a exigência está alinhada com demanda similar por informação da União Européia, mas não diz mais nada uma vez que a ação ainda em curso impede declarações. Nerida diz que a Philip Morris já descreve os ingredientes e aditivos de seus cigarros na embalagem, mas garante que a lei holandesa vai mais longe, querendo que a empresa revele a quantidade exata de aditivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.