PGR encaminha ao STJ pedido de abertura de inquéritos contra Agnelo e Perillo

Procuradoria quer sejam investigadas as suspeitas de envolvimento dos governadores com irregularidades da Monte Carlo

Mariângela Gallucci, de O Estado de S. Paulo,

13 Junho 2012 | 16h49

BRASÍLIA - A Procuradoria-Geral da República (PGR) encaminhou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) pedidos para a abertura de inquéritos para investigar os governadores de Goiás, Marconi Perillo(PSDB), e do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT).

Veja também:

link AO VIVO: Depoimento de Agnelo na CPI do Cachoeira

Os pedidos já constam no sistema de acompanhamento processual do STJ. A procuradoria quer que o STJ abra um inquérito para apurar as suspeitas de envolvimento de Perillo com as supostas irregularidades investigadas pela operação Monte Carlo, da Polícia Federal, que revelou uma rede de corrupção, tráfico de influência, lavagem de dinheiro e exploração de jogos ilegais em Goiás e no Distrito Federal. O esquema seria comando por Carlos Augusto, o Carlinhos Cachoeira, com a participação de policiais, inclusive delegados das polícias federal e civil, além de empresários, autoridades e políticos.

Em relação ao governador do Distrito Federal, a procuradoria quer investigar também suspeita de envolvimento em fatos apurados na Monte Carlo e irregularidades na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Agnelo dirigiu foi diretor da Anvisa entre 2007 e 2010, quando deixou o cargo para concorrer ao Palácio do Buriti.

 
Mais conteúdo sobre:
Monte Carlo STJ PGR Perillo agnelo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.