PFL votará a favor da CPMF, mas não diz quando

O líder do PFL na Câmara, Inocêncio Oliveira, anunciou na noite desta terça-feira que 49 deputados dos 95 que compõem a bancada na Câmara decidiram, em reunião, que o partido votará a favor da CPMF em data a ser definida, por uma questão de coerência. "Quem votou no primeiro turno não pode deixar de votar no segundo turno." Ele disse ainda que a bancada decidiu ouvir outras instâncias hierárquicas do partido sobre o assunto e delegou a ele a tarefa de fazer os contatos políticos e de tomar a decisão sobre o melhor momento para fazer a votação da CPMF. Inocêncio disse que devolveu aos deputados esta prerrogativa e, por isso, disse que está mantendo a bancada em reunião permanente. "Portanto, esta reunião não se encerrou. Ela foi suspensa e será retomada amanhã, às 14h30", disse.No novo encontro, o líder deverá anunciar aos deputados os resultados das conversas que realizará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.