PFL vai tentar derrubar sessão secreta com procuradores

O PFLvai tentar derrubar nesta quarta-feira, no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado, opedido para que os procuradores federais Guilherme Schelb e Eliana Torelly sejamnovamente ouvidos em sessão secreta marcada para esta quarta-feira.O presidente do Conselho,senador Ramez Tebet (PMDB-MS), disse nesta terça-feira que os dois procuradores haviamconfirmado suas presenças na reunião desta quarta.Schelb e Eliana foram chamados para falar no Senado sobre a conversa com o senadorAntonio Carlos Magalhães (PFL-BA) na qual ele faz acusações contra o governo e dizter uma lista dos votos da sessão secreta que cassou o mandato do senador LuizEstevão (PMDB-DF). Em depoimento na semana passada, eles não deram detalhes dodiálogo, alegando sigilo profissional.Ouvido pelo Conselho, o procurador LuizFrancisco de Souza, que gravou a conversa, confirmou o teor da conversa publicadapela revista IstoÉ.Na reunião desta quarta, o PFL e o PMDB devem protagonizar um embate político, porque estáem jogo o pedido de cassação de mandato de ACM por quebra de decoro parlamentar.Osenador Waldeck Ornélas (PFL-BA), aliado de ACM, vai tentar articular com a oposiçãoa derrubada da sessão secreta.O PFL pretende ainda impedir a manobra, que está sendoencabeçada pelo presidente do Senado, Jader Barbalho (PMDB-PA), para nomear umadversário de ACM, o senador Antero Paes de Barros (PSDB-MT), para a relatoria docaso.Diante da ofensiva do PFL, Tebet dava sinais de que a saída seria a escolha de outrosenador.O Conselho de Ética está analisando o pedido de quebra de decoro em razãodas suspeitas de participação de ACM na suposta violação do sistema eletrônico devotação do Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.