PFL quer uma das lideranças no Congresso

O líder do PFL no Senado, Hugo Napoleão (PI), disse há pouco que seu partidonão abre mão de reivindicar uma das lideranças do governo no Congresso e deixou clara a preferência pelo cargo do deputadoArnaldo Madeira (PSDB-SP), que lidera o governo na Câmara.?Perdemos a presidência de uma das casas legislativas e, para compensar, queremos a liderança para recuperar espaçopolítico?, afirmou o líder.Os partidários do PFL especulam que, caso o nome do deputado Heráclito Fortes (PFL-PI) se consolidepara a liderança, o tucano Arnaldo Madeira assumiria uma secretaria do governo de Geraldo Alckmin.Mas se o presidenteFernando Henrique não concordar com essa reivindicação ? a exemplo do que aconteceu anteriormente - o PFL aceitaria aliderança do governo no Congresso, ocupada pelo deputado Arthur Virgílio (PSDB-AM).A última opção seria, portanto, a liderançagovernista no Senado, na vaga deixada pelo ex-senador José Roberto Arruda.O PFL interferiu na semana passada parainviabilizar o nome do senador Geraldo Melo (PSDB-RN), que já havia, inclusive, aceitado o convite de Fernando Henrique."Nãopodemos aceitar que a indicação venha a ferir susceptibilidades?, observou o líder pefelista, acrescentando que a eventualnomeação de Melo iria enfraquecer diretamente a posição do senador pefelista José Agripino(RN) no Estado.?A definição passará por um exame apurado das bases regionais?, completou Napoleão. Coube ao próprio Agripino levarpessoalmente essa situação a Fernando Henrique, com quem almoçou na última sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.