PFL "pediu um tempo", segundo Madeira

O PFL continua favorável à aprovação da prorrogação da CPMF, segundo o líder do governo na Câmara, Arnaldo Madeira (PSDB-SP). Ele disse que obteve essa garantia do líder do PFL na Casa, Inocêncio Oliveira, com quem esteve reunido. "Ele disse que mantém o voto favorável. O que o PFL pediu foi um tempo", comentou Madeira. Durante o encontro, Inocêncio teria dito a Madeira que a decisão do partido, de não votar nada nesta semana, foi tomada para que fique claro para todos que existe uma crise política. "Se a gente vota parece que não tem crise. E tem crise", disse Inocêncio, segundo relato de Madeira. O líder do governo disse que agora vai comunicar ao presidente da Câmara, Aécio Neves, e aos líderes dos demais partidos sobre a decisão do PFL. A assessoria de Madeira informou que a votação da redação final da emenda constitucional da CPMF, que estava prevista para hoje, pode ocorrer na mesma sessão da votação da matéria em segundo turno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.