PFL não pode votar atabalhoadamente, diz Pauderney

O presidente do PFL, senador licenciado Jorge Bornhausen (SC), já se encontra na sede do partido em Brasília, mantendo contatos com parlamentares. Há pouco, ele recebeu o deputado Pauderney Avelino (PFL-AM). "Não podemos votar atabalhoadamente", disse o parlamentar amazonense, ao deixar o gabinete de Bornhausen, referindo-se às matérias que estão com votação pendente na Câmara, entre elas a Medida Provisória do Setor Elétrico.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.