PFL fecha apoio a Serra na corrida à Prefeitura de SP

O PFL decidiu fechar a parceria com o PSDB para indicar o candidato a vice do tucano José Serra na disputa pela prefeitura de São Paulo. Dirigentes nacionais do PFL que participam da costura política da aliança paulista informam que são dois os nomes mais cotados para compor a chapa com Serra: o do secretário estadual de Justiça, Alexandre Moraes, e o vice-presidente da Associação Comercial de São Paulo, Rogério Amato.Ambos são considerados no PFL como talentosos, preparados, com boa credibilidade e têm a vantagem de nunca terem disputadouma eleição. Amato e Moraes são amigos pessoais do vice-governadore presidente do PFL paulista, Claúdio Lembo, e do deputado Gilberto Kassabi (SP), que participa da executiva nacionalpefelista. Menos conhecido, Moraes é companheiro de Kassabi na Associação Comercial e tem um trabalho muito expressivo no chamado terceiro setor, que engloba o voluntariado e entidades sociais como a Associação de Pais e amigos dos excepcionais (APAE).A decisão de abandonar a estratégia da candidatura própria, em favor da reedição da parceria bem sucedida com o governador Geraldo Alckmin no Estado, foi tomada em reunião sigilosa no último domingo, com a participação de toda a cúpula estadual doPFL e a presença do presidente nacional do partido, senador Jorge Bornhausen (SC). Diferentemente de seu colega de Senado, Marco Maciel (PFL-PE), Bornhausen não via com bons olhos a aliança na corrida municipal, mas acabou convencido pela cúpula estadual de que a candidatura própria não era o melhor caminho.Espremido entre as candidaturas de Serra, de Paulo Maluf (PP) e da prefeita Marta Suplicy (PP), o pré-candidato pefelista, deputado José Aristodemo Pinotti, já deixou claro que não deseja ser candidato a vice, mas que tampouco será obstáculo para a consolidação da aliança com Serra. Falta agora trabalhar para que também o senador Romeu Tuma (PFL-SP), outro pré-candidato pefelista, fique em situação política confortável.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.