PFL e PSDB afirmam que não pedirão impeachment de Lula

O presidente nacional do PSDB, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), e o senador Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA) descartaram que os dois partidos peçam o impeachment do presidente Lula. "O ideal é que o impeachment se faça pelo povo com o voto em Geraldo Alckmin", disse Magalhães. A posição de Tasso Jereissati é semelhante. De acordo com o presidente do PSDB, existem condições jurídicas para o impeachment. "As provas se avolumam, por omissão e por improbidade", afirmou Tasso. Os senadores consideram que as eleições em outubro já estão próximas. Magalhães e Tasso deram entrevista durante o enterro da mãe do senador Arthur Virgílio (PSDB-AM) Izabel do Carmo Ribeiro, no cemitério São João Batista, em Botafogo, zona sul do Rio de Janeiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.