PFL discute CPI da Corrupção

A Executiva Nacional do PFL iniciou por volta das 10h uma reunião para discutir a posição do partido em relação a CPI da Corrupção. O presidente do partido, senador Jorge Bornhausen, deve submeter aos demais dirigentes uma carta na qual solicita a retirada das assinaturas dos pefelistas no requerimento de instalação da CPI, sob a alegação de que a abertura de uma CPI poderá causar prejuízos ao País.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.