PFL deve aprovar retorno de César Maia na quarta

A executiva do PFL se reunirá na quarta-feira para aprovar o retorno ao partido do prefeito do Rio, César Maia, expulso do PTB na semana passada. Hoje o vice-presidente nacional do PFL, senador José Agripino Maia (PFL-RN), que comandará a reunião da executiva, disse que o ingresso de Maia é praticamente certo, apesar da posição do ex-prefeito Luiz Paulo Conde (PFL-RJ), que apresenta resistência à entrada do prefeito, seu padrinho político e atual desafeto."O retorno de César Maia é uma vontade do prefeito do Rio e um desejo da executiva do PFL", disse Agripino. Segundo ele, Maia não fez nenhuma exigência para ingressar no partido. Agripino, que tomou café da manhã com Conde e almoçou com Maia, disse que o prefeito do Rio "está muito mais próximo do partido". Agripino lembrou que Conde não abre mão de disputar o governo em 2002 e, segundo ele, é o único no partido que demonstra resistência à entrada de Maia."É muito difícil manifestar-se contra a filiação de um cidadão como César Maia. Ele já foi do partido, é prefeito da segunda maior capital do Brasil e não coloca condições para sua entrada", disse Agripino. Na semana passada, César Maia foi expulso do PTB por decisão da executiva regional do partido. No mesmo dia, ele mandou uma carta ao PTB pedindo sua desfiliação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.