PFL acionará Lula no TSE por discurso de campanha

A executiva nacional do PFL decidiu entrar com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O presidente do partido, senador Jorge Bornhausen (SC), disse que o PFL vai questionar a reinauguração do aeroporto de Recife pelo presidente. O PFL reuniu a gravação feita um ano e meio atrás, em que o presidente Lula inaugurava o aeroporto, com discurso feito na semana passada, inaugurando a obra novamente embora, segundo Bornhausen, tivesse assegurado no ano passado que não voltaria para lá.O PFL argumenta que o discurso da semana passada do presidente na capital pernambucana, onde inaugurou novamente o aeroporto, constituiu um discurso de campanha. "Também vamos fazer um pedido de ressarcimento, aos cofres públicos, pela utilização inconstitucional do nome do presidente na propaganda da Caixa Econômica Federal", anunciou.Segundo Bornhausen, Lula é reincidente em anúncios oficiais, porque uma peça publicitária veiculada no ano passado por outra estatal, a Eletrobrás, também citava o presidente, e isso, no seu entender, caracteriza o uso ilegal de propaganda institucional.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.